ODS 14 y 15-10

Restauração de ecossistemas e soluções baseadas na natureza

Segunda, setembro 20, 2021

18:30 h Espanha | 10:30 h América Central | 11:30 h Colômbia

A Ibero-América tem um elevado potencial para a regeneração de ecossistemas terrestres e marinhos, assim como para aplicar soluções baseadas na natureza (SbN). Este enfoque é fundamental para enfrentar a tripla emergência à qual se referiu a UNEA neste ano: mudança climática, perda de biodiversidade e contaminação.

Neste painel aprofundar-se-á nas oportunidades das SbN e dos ecossistemas naturais na região, no marco do decênio para a restauração. Além dos benefícios ecológicos, como a proteção da vida silvestre e a melhora do solo, têm amplos benefícios econômicos, gerando empregos verdes e estimulando uma nova economia regenerativa.

Documentação

Este espaço é um repositório de documentos digitais, cujo objetivo é armazenar, preservar e divulgar de forma aberta informação resultante da sessão virtual.

Falantes

Piedad Martin Martin

Diretora regional adjunta para a América Latina e o Caribe, Programa das Nações Unidas para o Meio ambiente (PNUMA)

Licenciada em Ciências Ambientais. MSc em economia do desenvolvimento, estudos que cursou em Madri, Manchester e Boston. Desde 2004 trabalha em cooperação internacional, primeiro na sede da AECID em Madri e depois em seu escritório, em Jerusalém. Em 2006, se uniu ao PNUD Colômbia, como diretora do escritório para o Eixo Cafeteiro e Antioquia e, posteriormente, oficial de mudança climática e energia.

No México, foi assessora especial do Coordenador Residente durante três anos. Atualmente, é a Diretora Adjunta do Programa das Nações Unidas para o Meio ambiente para a América Latina e o Caribe, apoiando a implementação da Agenda 2030 para a sustentabilidade ambiental da região.

Ana María Hernández Salgar

Presidenta da Plataforma sobre Biodiversidad e Ecosistemas (IPBES)

Ana María Hernandez é colombiana, estudou Relações Internacionais na Universidade Jorge Tadeo Lozano. Foi pesquisadora do Programa de Política e Legislação do Instituto Alexander von Humboldt; Chefe do Escritório de Assuntos Internacionais do Ministério de Ambiente, Habitação e Desenvolvimento Territorial; Diretora Executiva da Fundação NaturaCert; e Chefe do Escritório de Assuntos Internacionais, Política e Cooperação do Instituto Alexander von Humboldt na Colômbia. Especialista em direito internacional ambiental, negociação internacional em biodiversidade, e interface ciência-política; foi, além disso, professora de cátedra de duas reconhecidas universidades colombianas durante mais de uma década. À data tem mais de 25 anos de experiência no marco de Acordos Multilaterais Ambientais, regionais e binacionais. Durante esse período teve a honra de representar a América Latina e o Caribe nos Bureau da COP da Convenção das Nações Unidas contra a desertificação e a seca (UNCCD), o protocolo SPAW da Convenção de Cartagena e a IPBES. Foi responsável pelo ponto focal da Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos, IPBES na Colômbia, supervisora da Unidade Técnica de Apoio da Avaliação das Américas da IPBES e negociadora da Colômbia perante a Plataforma, até maio de 2019. A partir dessa data assumiu a presidência da IPBES até 2023. Foi adicionalmente nomeada como parte da junta assessora do Decênio das Nações Unidas sobre Restauração dos Ecossistemas.

Elena Pita Domínguez

Diretora da Fundação Biodiversidad

Elena Pita é especialista em meio ambiente, desenvolvimento sustentável e mudança climática. Foi Oficial de Programa de adaptação à mudança climática no Escritório Regional para a América Latina e o Caribe do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (ONU Meio Ambiente).

Trabalhou como consultora para a Direção Geral de Cooperação Internacional e Desenvolvimento da Comissão Europeia (DG DEVCO) e para a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), assim como para o Escritório Espanhol de Mudança Climática (OECC), como responsável dos temas relacionados com os países em desenvolvimento.

Anteriormente trabalhou na Delegação da Comissão Europeia na Mauritânia e na sucursal da consultora AEPO, S.A. em Libreville (Gabão).

É engenheira agrônoma pela Universidade Politécnica de Madri (ETSIA – UPM) e possui um Master of Sciences do Instituto Agronômico Mediterrâneo de Montpellier (CIHEAM-IAM Montpellier).

Eduard Müller Castro

Reitor da Universidad para a Cooperação Internacional, Costa Rica

Fundador e reitor da UCI com ampla trajetória internacional, tendo realizado atividades profissionais em mais de 40 países em todos os continentes. Ministrou mais de 400 conferências internacionais nos últimos anos sobre mudança global e desenvolvimento regenerativo. Atualmente é reconhecido globalmente por seu trabalho em Desenvolvimento Regenerativo tendo estabelecido a iniciativa Costa Rica Regenerativa em 2018.

Rosa Castizo

Diretora do Observatório Ibero-americano de Desenvolvimento Sustentável e mudança climática, Rábida

Coordenadora do Observatório Ibero-americano “La Rábida” de Desenvolvimento Sustentável e Mudança climática, trabalhando desde 2005 em desenvolvimento sustentável e cooperação internacional com a América Latina. Participou em 7 COP e nos principais foros de Mudança climática, Meio ambiente e impacto social. Cursou estudos em inovação, tecnologias exponenciais, transição socioecológica e relações internacionais. Agente de mudança, intraemprededora e cidadã consciente, que vive minimizando sua pegada ambiental e sem gerar resíduos

Rafael Barreiro Chaves

Presidente, Sociedade Brasileir¡a de Restauração Ecológica (SOBRE)

Atual presidente da Sociedade Brasileira de Restauração Ecológica (SOBRE), Rafael Barreiro Chaves é um ecólogo que trabalha desde 2009 como especialista ambiental na Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Brasil, desenvolvendo políticas, programas e regulações ambientais focadas em Restauração Ecológica. Em colaboração com uma rede de pesquisadores, Rafael é um entusiasta de vincular a ciência e a prática com as políticas, também é membro do conselho de coordenação do Pacto de Restauração da Mata Atlântica.